Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 3292-7257 (31) 9.9357-1951
O que é o retrovisor fotocrômico?

O que é o retrovisor fotocrômico?

O que é o retrovisor fotocrômico? – Com toda a evolução da tecnologia ao longo dos anos, muitas inovações fazem parte do nosso dia e nós nem percebemos. Com os carros – bens materiais que, para muitas pessoas, é indispensável – não é diferente. Alguns elementos tecnológicos que estão presentes nos automóveis muitas vezes nem são notados, mas tem uma importância vital para a sua segurança e para a dirigibilidade do veículo.

Um exemplo é o retrovisor fotocrômico, que com certeza já evitou milhares de acidentes em todo o mundo. Você sabe o que é um retrovisor fotocrômico e qual a sua função? Leia todo o texto e descubra tudo sobre essa tecnologia!

 

O que é o retrovisor fotocrômico?

O que é o retrovisor fotocrômico?

O nome correto, na verdade, é retrovisor eletrocrômico, e ele é utilizado em muitos modelos automobilísticos de conta nos dias de hoje. Trata-se basicamente de um tipo de retrovisor que o vidro fica mais escuro ou mais claro dependendo das condições de luminosidade do ambiente.

Dessa forma, o retrovisor eletrocrômico garante a segurança do motorista. Como sabemos, o retrovisor é essencial para a dirigibilidade do carro. O problema, no entanto, é que ele é um espelho, e como todos esses elementos, reflete a luminosidade que nele é imposta.

Como é necessário olhar para o retrovisor constantemente para dirigir, se a luminosidade do ambiente for alta, o espelho irá refletir. Isso fará com que toda a luz recaia sobre os olhos do motorista, o que pode causar o Efeito de Troxler.

– O Efeito de Troxler: – O que é o retrovisor fotocrômico?

O Efeito de Troxler é um fenômeno que acontece na visão. Para saber exatamente do que se trata, você pode fazer uma experiência agora: olhe por alguns segundos para a lâmpada do cômodo em que está, e depois olhe para a frente novamente. Você verá algumas manchas, que irá atrapalhar bastante a sua visão. Em alguns segundos, no entanto, tudo voltará ao normal e você poderá ver com clareza novamente.

Para quem está sentado na frente de um computador, ou mesmo mexendo no celular, não há nenhum problema em experimentar o Efeito de Troxler, tendo em vista que tudo voltará ao normal em poucos segundos. Mas e se você estiver dirigindo um carro a 100 km / h? Os danos causados por ficar segundos sem enxergar direito podem ser irreversíveis, levando a acidentes graves.

Uma fabricante internacional de retrovisores fotocrômicos fez um teste, a Gentrex, fez um teste para avaliar os danos causados pelo Efeito de Troxler. Os resultados foram: um indivíduo que experimenta esse fenômeno leve tem a sua reação atrasada em aproximadamente 1,5 segundos.

Se você estiver em uma velocidade de 100 km / h, isso significará um atraso de quase 40 metros para começar uma reação. Se esta reação for uma freada brusca, terá de ser somado ainda o tempo de reação do cérebro, que mandará as mensagens para as pernas. Depois disso, ainda terá de ser considerada a reação do carro.

Ao todo, foi constatado que o Efeito de Troxler pode causar um atraso de 60 metros até que uma ação seja finalizada. Em alguns momentos, 60 metros é o que pode separar o motorista de um carro de um acidente grave.

 

Como funciona o retrovisor fotocrômico? – O que é o retrovisor fotocrômico?

Como funciona o retrovisor fotocrômico? – O que é o retrovisor fotocrômico?

Agora que você já sabe o que é o efeito de Troxler e como ele pode ser perigoso em altas velocidades, fica mais fácil entender o funcionamento do retrovisor eletrocrômico. Ao mesmo momento que aumenta a luminosidade recebida pelo espelho, o seu nível de opacidade também aumenta, fazendo com que a luz não volte toda para os olhos do motorista.

Esse efeito é de vital importância quando há faróis altos ligados em carros que estão atrás do veículo em questão. A luz alta do farol costuma bater no retrovisor e voltar direto nos olhos do motorista. Isso, como já foi falado anteriormente, pode causar acidentes graves, tendo em vista que atrasa o tempo de reação do condutor.

Há duas formas distintas de funcionamentos para um retrovisor eletrocrômico, e as duas têm eficiências praticamente iguais:

– Retrovisor Fotocrômico com fotodiodos: – O que é o retrovisor fotocrômico?

Se você prestou atenção nas aulas de física e química no Ensino Médio, provavelmente ouviu a seguinte frase: “nada se cria, tudo se transforma”. Essa teoria serve também para a energia, que não pode ser criada e sim transformada.

A luz nada mais é do que um tipo de energia. Se, por algum motivo, a luminosidade, ao bater no espelho do retrovisor, for convertida em outro tipo de energia, a luz refletida será consideravelmente mais fraca.

E é exatamente isso que acontece no Retrovisor Fotocrômico com fotodiodos. Detectores são eletricamente levados a converter a luminosidade que recebe em energia elétrica, diminuindo a luz que volta para bater nos olhos do condutor.

– Retrovisor Fotocrômico com Gel Eletrocrômico: – O que é o retrovisor fotocrômico?

Esse tipo de tecnologia funciona a partir de câmeras elétricas. Estas, por sua vez, quando recebem a luminosidade, mandam espécies de sinais para microprocessadores. Esses microprocessadores estão ligados a um gel, chamado de gel eletrocrômico, que fica entre os vidros do retrovisor.

Dessa forma, os microprocessadores são responsáveis por oxidarem o gel, diminuindo a sua opacidade. Quando a luminosidade do ambiente abaixa, esse gel se antioxida, voltando a ficar mais brilhante.

Leave a comment