Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG (31) 3292-7257 (31) 9.9357-1951
Qual é o melhor hidratante para banco de couro automotivo?

Qual é o melhor hidratante para banco de couro automotivo?

O banco de couro nos carros – Qual é o melhor hidratante para banco de couro automotivo?

Há pouco tempo, apenas os carros de luxo tinham banco de couro, o que tornou esse acessório muito admirado e cobiçado por conferir ao automóvel esse ar luxuoso. Hoje, muitos carros vêm de fábrica com banco de couro e é possível também solicitar nas concessionárias que ele seja colocado em vez do de tecido, sendo mais de 6% da produção de couro no Brasil dedicada ao setor automotivo. Além da elegância do material, o couro é muito procurado para bancos de carros pelo conforto, pela resistência e pela facilidade na limpeza, também não manchando fácil. Ademais, devido à menor permeabilidade e à facilidade na limpeza, os bancos de couro não acumulam poeira e ácaros como os de tecido, o que os tornam excelentes opções para os alérgicos. O acessório, que promove a valorização dos veículos, exige, entretanto, alguns cuidados de manutenção para que ele tenha a maior vida útil possível.

Qual é o melhor hidratante para banco de couro automotivo?

Além da limpeza, que recomenda-se fazer diariamente ou semanalmente, apenas passando um pano úmido na superfície, um processo rápido, prático e fácil, os bancos de couro demandam um outro cuidado essencial. O couro legítimo é feito de pele de animais, que, assim como a pele humana, precisa de hidratação. A hidratação do banco de couro, recomendada com intervalos de 4 a 6 meses, é importante pois age nas fibras do material, evitando o ressecamento dele, o que, além de ser esteticamente negativo, pode prejudicar o conforto do banco. Assim, hidratando-se periodicamente o banco, o que pode ser feito pelo próprio dono ou terceirizando o serviço em empresas especializadas, ele adquire aparência muito mais vistosa e brilhante e passa a durar muito mais, tanto devido ao não ressecamento, quanto por causa da proteção à ação deteriorante do sol.

Qual é o melhor hidratante para banco de couro automotivo?

Antes de começar a hidratação, é preciso se certificar de que os bancos estão limpos, sendo indicado fazer a limpeza deles antes de hidratá-los. Depois disso, um hidratante de qualidade próprio para esse fim deve ser aplicado na superfície de maneira homogênea, deixando-a em repouso por um período de aproximadamente 40 minutos, para que o produto seja devidamente absorvido e possa agir nas fibras do couro. Por fim, é importante passar um pano ou uma flanela macios onde foi aplicado o produto para tirar possíveis excessos, evitando o acúmulo de resíduos.

A escolha do hidratante para o banco de couro

Dessa maneira, percebe-se a importância da hidratação dos bancos de couro para que eles tenham o aspecto mais bonito, o toque mais confortável e tenham a maior vida útil possível, sendo assim também importante a escolha dos produtos utilizados nesse processo.

Ao priorizar o menor custo de um produto para esse fim, escolhendo um de qualidade ruim, o banco não estará protegido pela camada protetora que se forma após o uso de produtos de qualidade, o que pode causar o deterioramento do material com ação de agentes externos como a radiação solar. Além disso, é importante lembrar que os produtos que contêm derivados do petróleo podem ser responsáveis pelo ressecamento das fibras do couro e, consequentemente, a rachadura do material, sendo ideal evitar esse tipo de produto.

Assim, os especialistas indicam hidratantes mais refinados devido à melhor absorção destes pelo couro, especialmente os líquidos, pois são mais fáceis de espalhar, o que possibilita um tratamento homogêneo do material, sendo interessante também levar em consideração as possíveis fragrâncias do produto, que durará poucos dias, de modo a evitar odores que não agradem.

É frequente no senso comum a dica do uso de hidratantes corporais nos bancos de couro, teoricamente representando uma economia, mas essa possível redução de custo pode significar um custo maior ainda no futuro, pois os produtos para rosto e corpo e para bancos, naturalmente, têm funções diferentes devido ás necessidades distintas que cada um possui, o que resulta em composições diferentes, sendo possível que, além de não desempenharem tão bem o papel da hidratação no couro, eles deixem na superfície uma sensação melada e/ou escorregadia, acumulem resíduos e, ainda, exalem componentes que engordurem os vidros do carro.

Leave a comment